A Magia das Palavras

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

O primeiro livro da Charlaine não me convenceu muito... Mas mesmo assim, decidi continuar a ler a série. Gostei bastante mais deste livro. As personagens estão mais bem caracterizadas, existem novos personagens que nos fazem prender mais ao livro (por exemplo os metamorfos).


Neste livro, Sookie é "emprestada" por Eric a um grupo de vampiros em Dallas, para tentarem encontrar um membro desaparecido.

Antes de partir para a aventura em Dallas, a rapariga é ainda "ada" por uma ménade, e acaba por ter de ser "salva" por Bill, Eric, Pam e uma médica pequenina.

Depois disto, partem para tentar encontrar o vampiro, Sookie e o namorado humano de uma das vampiras, vão fingir-se novos membros de uma congregação anti-vampirica.

O problema é que eles percebem, e acabam por os prender.
Depois dessa questão ser resolvida, os vampiros são atacados durante uma festa, onde quem acabam por morrer, praticamente, apenas os humanos presentes.
Outro dos problemas de Sookie vai ser a entrada numa orgia para tentar investigar a morte de um amigo. Como o namorado, Bill, se encontra ausente, a rapariga vai pedir ajuda a Eric.

Bem, eu acho que houve uma grande evolução nos personagens. Descobrimos mais coisas sobre o passado de Bill, que eu achei fantástico. Eric começa a ter mais destaque nos livros, e tenho quase a certeza que no terceiro volume, ainda vai ter mais. A Sookie... Não gostei dela neste livro... Achei-a muito convencida... A ter vontade de beijar tudo o que era macho... LOL Ok... Tudo o que era macho conhecido e giro.

Depois de ouvir tantos comentários a favor do livro, resolvi comprá-lo. E como gosto de vampiros...


Gostei bastante do livro! Adorei o Wrath, com aquela personalidade única. No inicio do livro, era temido por praticamente todos, devido ao seu aspecto e temperamento, mas começamos a perceber que ele tem um lado amoroso ^^ Um lado seu que vamos conhecer com a Beth. Beth é uma vampira meio humana (A mãe é humana, o pai vampiro) e está prestes a iniciar a mudança para vampira, para isso, tem de beber do sangue de um macho vampiro, mas mesmo assim, pode não resistir.

O Pai de Beth pede a Wrath para que seja ele o macho... mas... ele recusa. Entretanto, existem alguns "contratempos" que fazem com que Wrath se sinta em divida com o pai dela e aceita a "missão", dizendo que depois da transformação a deixa sozinha com outros vampiros.

Mas a atracção entre eles é demasiado forte, e acabam por se apaixonar.

A História do livro é centrada neste casal, mas também ficamos a conhecer muitos outros personagens que prometem revelar-se nos próximos volumes (Cada volume vai ter um novo casal como protagonista), como por exemplo a Marissa, Butch, Z, Tohr...

Além da bela história de amor, podemos ver também outras questões como a lealdade, a amizade... Outra das coisas que também gostei bastante, foi a autora ter feito uma personagem com um bom caracter, tornar-se por momentos no "Vilã" para tentar defender uma pessoa que amava... E a maneira como esse personagem se mostrou quando percebeu que foi injusto... Normalmente estamos habituados a que, nos livros, quem faz as coisas más são as pessoas "más". Aqui temos uma perspectiva um pouco Diferente. Claro que também temos os "Vilões" que tentam acabar com a raça dos vampiros... E esses, agem por maldade...

Gostei bastante do livro, estou mortinha para que saia o próximo volume. Espero que não demore!!

Bem, já que estou na onda do Nicholas Sparks, continuo ^^ Não gosto da maneira dele acabar os livros. Confesso que só li três livros do senhor, não me cativou muito.


Este livro apenas o li depois de ver o filme. Vi-o por acaso, no Natal de 2008, estava a passar na RTP1. Aliás nessa semana, o filme passou imensas vezes na televisão.

É uma história bastante romântica... Há quem diga que esta história é veridica... Que é mesmo sobre a vida do autor, se isto é verdade, acho que é um motivo que pode explicar todos os finais dos restantes livros.

Quando o li, apesar de gostar, acho que ficou a faltar qualquer coisa (Se calhar foi por embirrar com o autor... ou porque o filme, para mim, é mais completo)... Nota-se a evolução do amor deles, como o amor pode mudar uma pessoa... Como a vida pode ganhar uma cor diferente, como podem aparecer objectivos juntamente com uma pessoa, como essa pessoa pode ser um genero de milagre para nós... E o mais importante: Como é bom amar-mos e sermos amados.

Encontrei um video que resume o filme, para quem quiser ver:

video

Aqui fica a sinopse:

"Com um romance terno e comovente acerca do verdadeiro significado da beleza, da generosidade, da perda e acima de tudo do poder mágico do amor, Nicholas Sparks conta-nos desta vez a história de dois adolescentes - Landon e Jamie Sullivan. Dois adolescentes com percursos antagónicos e interesses divergentes. Nada mais nada menos do que um jovem estudante boémio e descomprometido e a antiquada filha do pastor baptista de uma pequena cidade americana. Mas naquele estranho Natal de 1958 Landon olhará Jamie com os olhos da paixão o que irá mudar radicalmente o rumo daquelas duas vidas..."

No filme, existem frases que ficam gravadas, como por exemplo:

"Love is always patient and kind. It is never jealous. Love is never boastful or conceited. It is never rude or selfish. It does not take offense and is not resentful."

"Our love is like the wind... I can’t see it, but I sure can feel it." (Landon)

"Maybe God has a bigger plan for me than I had for myself. Like this journey never ends. Like you were sent to me because I'm sick. To help me through all this. You're my angel. " (Jamie)

Bem, li este livro no ano passado. Uma amiga minha, que odeia ler, estva sempre a falar de como o livro era "lindo" , "maravilhoso", "romântico", blá blá blá... Fiquei como bixinho atrás da orelha, o livro devia ser bom, se uma pessoa como ela gostou dele... Fui super contente comprá-lo...


Só tenho uma coisa a dizer: Desilusão... Acho que esperava demais do livro...

A história passa-se numa indecisão total... Que até a mim, que sou indecisa, me irrita.

Garrett (O personagem principal) perde a mulher (ela morre) então, decide começar a mandar garrafas com mensagens para ela ao mar. Theresa (Personagem principal), uma jornalista, acaba por encontrar uma dessas garrafas e escreve sobre a mensagem no jornal. Várias pessoas acabam por enviar mensagens que encontraram. Theresa decide ir procurar Garrett, e ambos acabam por se apaixonar... Mas... Ele está sempre cheio de dúvidas, avança em relação a ela, e logo de seguida, retrocede, ao pensar na ex-mulher.

Passa o livro inteiro com medo do que pode existir entre eles, e assim que decide o que fazer...Aii, não posso falar. Só vos digo que fiquei mais que frustrada -.-

Aqui fica a sinopse:

"Viúvo solitário, Garret Blake constrói barcos para viver. Reconstruir a sua vida - isso é outro problema. Pelo menos antes de Theresa Osborne chegar à sua aldeia na Carolina do Norte. Theresa, uma recém-divorciada e investigadora do Chicago Tribune, descobre que Garret é o autor de uma mensagem que encontrou numa garrafa, numa praia de Cape Road. Uma mensagem de sonho que a emocionou profundamente como nunca o tinha sido até então.Kevin Costner (Garret) e Robin Wright Penn (Theresa) são as estrelas que iluminam as brilhantes representações de As Palavras Que Nunca Te Direi, uma história de amor perdido e encontrado baseado no bestseller de Nicholas Spark. "Tu escolhes - entre o passado e o futuro. Agarra-te a um deles e aguenta-te" Quem o diz é Dodge (Paul Newman), o experiente pai de Garret. O conselho toca fundo. Tal como o impacto desta bela e emocionante história de amor. "


Sim, a verdade é que apesar de tudo, este livro é uma lição de vida. Mostra-nos que não devemos deixar-nos fechados no passado porque podemos perder o presente. Não podemos tentar fugir dos nossos sentimentos, temos de aproveitar a vida, enquanto não nos é tirada...

Sei que já fiz um post (aliás, dois) sobre este livro. Mas tinha de voltar a falar nele. Com a Sinopse, fiquei um pouco com o pé atrás, pensei que a Elena fosse como as outras personagens dos livros de vampiros, que ficam sempre indecisas entre os dois principais. Mas não, pela primeira vez, há uma personagem principal que sabe de quem realmente gosta! Até fiquei admirada... É claro que havia vezes que ela se sentia atraída pelo Damon, mas pronto, isso é normal, ele era girinho e tal...


Gostei mais deste livro do que do primeiro, o amor entre eles estava mais expresso, mais verdadeiro... A Elena já não parecia a tipica rapariga fútil que era no primeiro.
O Desenvolver da história (para mim) é interessante, mesmo sendo um livro antigo (foi escrito por volta de 1990). Muitas vezes, sentimos diferenças na escrita de autores mais antigos em relação aos mais recentes, mas nesta colecção, nem se nota, mal pude acreditar quando percebi que os livros eram um ano mais velhos que eu ^^
O Final, como aconteceu no primeiro livro, ficou em aberto, mesmo numa daquelas partes em que nós estamos desejosos de que a história continue... Resta-nos esperar agora pelo próximo, que eu espero que seja rápido a sair!!

Bem, todos estamos a ver que a série criada pela nossa querida Steph (Stephenie Meyer) está a ter um grande sucesso! por todo o lado vemos coisas expostas, ou são livros, ou filmes, ou posters, revistas...

Bem, mas estou a divagar, não é isso que quero dizer ^^ Este post é para mostrar dois pequenos videos que existem na net, dois "pedaços" do novo filme baseado na Saga da Luz e da Escuridã.

Espero que gostem, pessoalmente acho que este segundo filme vai ser melhor, em termos de realização e tudo mais, que o primeiro ;)

Esta é a cena em que a Bella está a aprender a andar de mota ;)

video

Aqui está a cena onde o Edward vai para Itália, porque pensa que a Bella morreu e quer morrer também...

video

A qualidade não é das melhores, mas visto ter sido filmado com um telemovel e no cinema, acho que está bom...

Segundo o realizador, eles quiseram pôr mais cenas do Edward (Robert Pattison), por exemplo, em pensamentos da Bella, porque ele é uma das personagens que mais atenção chama...


Ganhei este livro num passatempo do blog "Segredo dos Livros", como é obvio fiquei radiante, ainda por cima, "recebi" a noticia num dia que não me tinha corrido particularmente bem...

Ao inicio confesso que a história me estava a confundir um pouco, como o prório Gabe (personagem) dizia, ele divagava muito. (O Livro tem partes em que são diários das personagens), mas depois, comecei a perceber a lógica da escrita da autora, e ... Meu Deus, uma familia que foi destruida por causa de um capricho do pai, um miúdo de 15 anos que ficou responsável, a mãe doente, sem se levantar da cama e com ataques de mau humor...

A Julie consegue mostrar-nos o desespero, a humilhação que se sente quando se tem uma doença que nos incapacita... Acho que é uma boa lição de vida para nós, que não temos doença alguma, e nos habituamos a reclamar de tudo e mais alguma coisa.

Aqui fica a Sinopse:

"O grande público ficou a conhecer Jacquelyn Mitchard pelo livro Profundo Como O Mar, uma história comovente que despertou o interesse cinematográfico dando origem a um filme homónimo. A capacidade da autora em captar o lado humano, conferindo às personagens um carácter verosímil expressa-se agora nesta nova obra, um pungente relato, na primeira pessoa, da difícil situação da protagonista. Julieanne é colunista num jornal local, onde dá conselhos aos leitores sobre problemas pessoais. Parece ironia do destino mas é ela quem precisará de ajuda quando, após 20 anos de casamento, o seu marido a deixa sozinha com três filhos. Antes Que Seja Tarde Julieanne terá de recomeçar uma nova vida. Uma leitura inspiradora e emotiva marcada pela sensibilidade da alma humana."

Bem, este livro... Eu gostei, não foi dos meus favoritos. Irritava-me tanto com a Rebecca. Ea tão ... Inocente. Inocente de mais. Uma rapariga que perdeu os pais, que cuidava da própria familia, devia ser mais ... Esperta.


O Rourke, coitado, lá se apaixonou pela Miss Inocência. Era um homem forte, que não sabia o que era o amor e o que era ter uma familia. Gostei dele =D Acho que no livro o problema não foi ela saber se ele preferia a lei a ela, mas sim, a familia dela.

Aqui fica a Sinopse (que quase é maior que a história ^^):


"A vida de Rebecca era muito complicada. Para além de trabalhar, tinha de cuidar dos seus dois irmãos adolescentes e do seu avô. Quando um dos seus irmãos foi detido por ter problemas com drogas, o mundo de Rebecca desmoronou-se. A última coisa de que precisava era de um representante da lei arrogante, grosseiro... e o homem mais atraente que alguma vez conhecera.

Rourke Kilpatrick era famoso pela sua dureza, contudo, sempre que estava com ele, Rebecca sentia-se como a Cinderela no baile. Todavia estaria a ser usada pelo homem por que se apaixonara para deter um narcotraficante? Rebecca tinha de decidir o que era mais forte: a paixão de Rourke pela lei ou por ela."

Ainda não li MUITOS livros desta autora (Visto ela ter publicado mais de 160), mas quando o comprei esperava outra coisa. Esperava um Romance Policial, como estou acostumada. Mas não, esta história é a mais dramática que já lida escritora.


Começa por nos mostrar o reencontro de Luke e Roxanne, e só depois de falar da infância e da vida que levam os dois, é que nos explica o porquê da "fuga" do Luke.
Como sempre, a autora dá-nos personagens fantásticas, viciantes! Esta é uma história que fala de familia, de amor, de cooperação... A História de Luke é bastante comovente. É um personagem bem construido, com um passado... Dramático.

Aqui fica a Sinopse:

"Max Nouvelle é o patriarca de uma ilustre família de ilusionistas e ladrões de jóias, constituída por Lily – a sua companheira; Roxanne – a sua filha, tão linda quanto casmurra; e Luke – um rapaz que Max recolheu das ruas e que entretanto se transformou num homem muito interessante. No palco fazem números elaborados e, fora dele, assaltos ainda mais refinados. Durante muitos anos Roxanne e Luke deram-se como cão e gato mas agora, já adultos, descobrem que há entre eles algo que não esperavam. Mas é então que Luke, receoso que o seu passado manche a sua família adoptiva, é vítima de alguém que quer vingar-se dos Nouvelle. E vão ser precisos alguns anos em fuga antes que ele volte e, juntamente com Roxanne, dê o golpe mais audacioso das suas vidas."

Sei que este é um espaço que criei para falar de livros, mas agora queria colocar aqui um post sobre outra coisa. Sobre o Abandono de animais.

Cada vez mais se veem animais sem casa, animais abandonados na rua, com fome, a precisar de amor... Pergunto-me o que é que as pessoas tem na cabeça para conseguirem fazer algo assim... Tão cruel. Ficamos todos muito indignados quando uma mãe abandona um filho, quando a familia deixa uma pessoa ser sem-abrigo... Mas dos animais nunca ninguém se lembra. Será porque têm um aspecto diferente do nosso? (Que eu saiba entre os humanos também ninguem é igual), Será porque não falam como nós? (Mas não falarem, não os impede de sentir, de se sentirem magoados, de se sentirem abandonados, sozinhos... Já para não falar que eles tem maneiras de comunicar diferentes.).

Tenho a certeza que um animal quando é amigo, é para toda a sua vida! Acho que deviamos começar a pensar da mesma maneira, a pensar que, lá por falarmos, lá por sermos muito inteligentes, uma raça muito avançada, não somos os donos deste mundo. Que temos irmãos nos animais, nas plantas ...

Bem, tudo isto para dizer, que uma amiga encontrou uma cadelinha abandonada e que a acolheu em casa, como já tem dois cães, não lhe da muito jeito ficar com ela. Segundo ela "É uma menina de 6 meses, tamanho pequeno/médio, pêlo médio e cor beje alaranjada. Tem uns olhinhos lindos e é muito meiguinha. Está cheia de medo das pessoas, mas confio que isso passará com o tempo.", como ela a acolheu, fez questão de tratar do animal, " O dono irá receber o animal desparasitado, com remédio das pulgas, tosquiado e , se necessário, esterilizado."

Quem quiser acolher esta cadelinha, que pelo que sei, é bastante obediente :) Pode contactar com a menina que a encontrou, o blog dela é: http://chmeianoite.blogspot.com/

Desde já, um GRANDE obrigado por lerem a mensagem transmitida, aqui fica um pequeno anuncio que passava na tv:


video

Este livro, é o Terceiro volume da Trilogia das Jóias Negras.

Bem... Eu acho que este foi o melhor livro da Trilogia. E até um dos melhores que eu li este ano!

Há TANTO tempo que não econtrava um livro assim... Ao inicio ria-me imenso (Sobretudo com as cenas da Surreal e do Colmilho Cinzento), depois com o Daemon, fartei-me de chorar -.- Coitado... Mas é um livro ... Wow... Acho que a autora ganha imenso com a caracterização das personagens! São simplesmente maravilhosas ... Ás vezes até mais que a própria história!

Ahh... E a última dança do Sádico (Daemon) ... É mesmo sádica :P

Quando acabei de ler o livro, parece que me tinham descarregado em cima uma dose extra de emoções...

E agora que acabei, morro de saudades dos personagens ...

Aqui fica a sinopse:

"Há setecentos anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões.Incapazes de atingir Jaenelle, a jovem Rainha, os membros corruptos dos Sangue fazem um jogo perverso de diplomacia e mentira, procurando destruir aqueles que sempre deram tudo por ela. E revertem as culpas para o seu tutor, Saetan, que passa a ser visto como a maior das ameaças ao poder instituído.Com Jaenelle como Rainha, a chacina do povo e a profanação das terras irá terminar. Porém, onde se fechou uma porta poderá abrir-se uma janela... E mesmo que Jaenelle possa contar com os seus aliados, talvez não seja suficiente: só um terrível sacrifício poderá salvar o coração de Kaeleer..."

Bem, é um livro muito simples de ler, a escrita prende-nos e não conseguimos parar até saber o final! O Final surpreendeu-me bastante (pela positiva) ... Nunca pensei que pudesse ser assim ... Pelo que soube, vai existir um segundo volume, mesmo que não seja mesmo em livro e sim no blog da escritora.


Acho que a Milene está de Parabéns! Temos de dar valor aos escritores do nosso país. Acredito que temos pessoas com bastante talento, e a Milene é um desses casos! Espero que consiga ter bastante sucesso!

Sinopse:
"Certa tarde, Inês e seu pai decidiram ir passear até à feira. O dia estava ameno. Soprava uma brisa suave e o céu apresentava apenas alguns montinhos de algodão branco. Porém, o sol estava quente e convidativo. Por entre bancas com brinquedos, livros, CD's e tantas outras coisas, a jovem prendeu o seu olhar numa das bancas de roupa. Era uma cigana já com certa idade, contudo o seu sorriso era jovial. Esta convidou-a a aproximar-se e a escolher o vestido que mais lhe agradasse. Nessa altura já o seu olhar estava fixo num vestido cor de salmão, estilo medieval, de corpete bem justo, atado à frente, com mangas em sino, decote à barco, muito simples, com apenas umas rendas brancas nas pontas das mangas e no decote. A cigana pareceu aprovar a escolha da jovem e indicou-lhe um recanto coberto de panos, aproveitado como vestiário..."

Quem quiser visitar o blog da autora: http://www.secretsoulblog.blogspot.com/


Este é o Segundo livro da Trilogia das Jóias Negras.


Como já estava habituada ao tipo de escrita da Autora, foi muito mais fácil para mim entrar neste livro do que no anterior. Gostei bastante da história... Com muita pena minha, um dos meus personagens favoritos não entrou muito: Daemon. Mas para compensar, o Lucivar apareceu em força :D


Aqui fica a Sinopse:


"Há setecentos anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões.Jaenelle chegou para ocupar o seu lugar, mas mesmo a protecção dos Senhores da Guerra não impediu que os seus inimigos lhe provocassem um terrível mal. Agora é necessário protegê-la até às últimas consequências. Mas será que ainda é possível recuperar Jaenelle?Há, no Reino, três homens dispostos a dar a sua vida pela Rainha prometida. Mas as atrocidades cometidas mostram que há quem esteja disposto a tudo para controlar ou destruir Jaenelle. Para todo o sempre."

Bem, depois de ter lido o livro "Nunca te perdi", confesso que fiquei com curiosidade acerca deste livro. Para ver se a autora consegue manter o "nível" que tinha nesse livro...

Adorei a capa do livro, acho que as capas são sempre importantes pois antes de lermos algum escritor, ao entrarmos na loja, o nosso olhar é sempre atraído para certos livros devido ás imagens que contém para apresentação. :)



Sinopse:

"Um violento acidente de aviação... uma perigosa caminhada pela inóspita paisagem de Idaho... uma atracção arrebatadora... e um jogo mortal do gato e do rato.Bailey é uma mulher bonita e jovem, e acaba de se tornar viúva do multimilionário Winegate. Mas os seus problemas não terminam aqui: os filhos que ele deixou têm praticamente a idade de Bailey e quando descobrem que toda a fortuna ficou a cargo dela, passam detestá-la ainda mais. Quando decide usar o avião particular para sair do inferno em que a sua vida se tornara, este despenha-se. Mas graças à perícia do seu piloto, Cam Justice, o acidente não lhe tira a vida. Afastada do mundo e com pouca esperança de ser salva, Bailey tem que confiar a sua vida a Cam, um homem tão rude quantoatraente."

Para quem quiser ler um excerto da obra: http://www.saidadeemergencia.com/uploads/books/samples/9qn_IntimoePerigoso.pdf


Já saiu um novo livro que promete causar furor em Portugal.

Sinopse:

"Grace Alexander, uma bonita terapeuta sexual de Nova Orleães, julgava estar destinada a uma vida sem paixão.Até ao dia em que a amiga Selena a convence de que, por artes mágicas, poderá convocar um escravo de amor durante um mês. Certa de que a magia da amiga irá falhar, Grace deixa-se levar pela brincadeira. Mas…"



Neste pequeno livro, editado pela Harlequin, que se encontra na secção da "Harlequin Paixão" (Pelo que sei porque tem conteúdos de Bolinha vermelha :P) existem duas histórias.


Aqui fica a Sinopse de ambas:


Algo selvagem de Vicki Lewis Thompson
"Keely Branscom fora sempre uma rapariga rebelde. Ganhara a sua má reputação com dezanove anos, quando posara nua para uma revista, embora, na verdade, só quisesse fazer reagir o formal Noah Garfield. Mas, na altura, ele não soubera reagir…Anos mais tarde, Noah encontrou-a à porta de um clube de striptease de Las Vegas e decidiu salvá-la. O problema era que Keely não queria que a salvassem. O que queria era mostrar ao seu amor de juventude o que estivera a perder…"


Amor em directo de Jo Leigh
"A doutora Jamie Hampton falava de sexo… e toda a gente em Manhattan ouvia. Fazia o programa de rádio mais sensual da noite e era uma perita em relações de sexo… na teoria, porque na prática era muito diferente.O rebelde Chase Newman adorava falar com Jamie. A sua voz era muito sedutora… por isso queria conhecê-la pessoalmente e ensinar-lhe tudo o que intuía que ela desejava…"



Sempre tive opiniões bastante favoráveis a este livro. Muita gente dizia ser o melhor da nossa querida Nora. Eu, adorei o livro. Acho que os personagens eram viciantes. E no final, é uma surpresa ver quem era o responsável por o que estava a acontecer.... Quem gosta de romance misturado com uma pontinha de policial, este é o livro perfeito :)


Adorei observar as técnicas do Ryan para tentar seduzir por completo a Miranda, visto ela nunca se entregar realmente alguém por ter sofrido demais ...
Sinopse:

"O ar estava frio quando a Dra. Miranda Jones chegou a casa depois de uma longa semana de trabalho. Mas o seu sangue gelou quando sentiu encostarem-lhe uma faca ao pescoço. Depois de roubarem tudo o que trazia, os assaltantes desapareceram. Profundamente abalada, Miranda decide esquecer aquela experiência assustadora. E, para isso, nada como aceitar o convite para ir a Itália confirmar a autenticidade de A Dama Negra, um bronze renascentista representando uma cortesã dos Medici. Mas, em vez de cimentar a sua posição como a maior perita mundial nesse campo, a viagem a Itália quase que lhe destrói a reputação. Sentindo-se alvo de uma cilada, Miranda está decidida a limpar o seu nome. Mas ninguém parece disposta a ajudá-la... com a excepção de Ryan Boldari, um sedutor ladrão de arte cujos objectivos são obscuros... Agora torna-se evidente que o assalto à porta de sua casa foi muito mais do que isso e que A Dama Negra possui tantos segredos quanto a cortesã que a inspirou. Com a ajuda de um homem em quem não deve confiar mas por quem sente uma atracção intoxicante, a solução para todo este enigma parece repleto de traições, mentiras e perigos mortais."


Marcada é o Primeiro livro da Saga "A Casa da Noite"


Depois de comprar o livro, começaram a dizer-me que o livro era muito parecido com o Crepúsculo da Stephenie Meyer, depois de o ler, achei disparatado esse comentário. São dois livros completamente diferentes. Os vampiros aqui, são descritos de uma outra maneira, não são seres que ficam imediatamente sedentos de sangue, têm uma escola própria, adoram uma Deusa...


Gostei muito do livro, apesar de ao inicio me irritar um pouco por ter demasiadas expressões juvenis, ok ... Daquela forma que sabemos que os "adultos" escrevem quando metem um jovem a falar. Mas depois acabou por ser engraçado e ria-me imenso com isso, especialmente quando a autora punha a Zoey a comentar o que pensava.


É um livro bastante engraçado. Basta esperar pela continuação.


Aqui fica a Sinopse:


"Zoey Redbird tem 16 anos e vive num mundo igual ao nosso, com uma única excepção: os vampyros não só existem como são tolerados. Os humanos que os vampyros "marcam" como especiais entram na Casa da Noite, uma escola onde se vão transformar em vampyros ou, se o corpo o rejeitar, morrer. Para Zoey, apesar do medo inicial, ser marcada é uma verdadeira bênção. É que ela nunca encaixou no mundo normal e sempre sentiu que estava destinada a algo mais. Mas mesmo na nova escola a jovem sente-se diferente dos outros: é que a marca que a Deusa Nyx lhe fez é especial, mostrando que os seus poderes são muito fortes para alguém tão jovem. Na Escola da Noite, Zoey acaba por encontrar amizade e amor, mas também mentira e inveja. Afinal, nem tudo está bem no mundo dos vampyros e os problemas que pensava ter deixado para trás não se comparam aos desafios que tem pela frente."


Este é o Primeiro livro da Trilogia das Jóias Negras!


Li este livro, ao inicio não me estava a entusiasmar muito =/ Parece que ainda me estava a familiarizar com a escrita da Anne. Sinceramente estava a arrepender-me de ter comprado os três livros. Mas... Mas depois, com a entrada do Daemon, tudo se tornou mais interessante ;P A história está muito bem conseguida, se calhar é esse o problema do inicio: Torna tudo um pouco confuso. Mas acreditem: Quem lê o primeiro, fica a desejar que o segundo não demore a chegar a casa!!
Pois a história acaba por nos envolver de tal maneira, que nem damos por isso ...

Mas para quem gosta de Fantasia, aconselho :) Dizem que o segundo volume é ainda mais interessante do que o primeiro.. Logo verei ^^

Aqui fica a sinopse:

"Há setecentos anos atrás, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões. Agora o Reino das Sombras prepara-se para a chegada dessa mulher, dessa Feiticeira que terá mais poder do que o próprio Senhor do Inferno. Mas a Rainha ainda é nova, passível de ser influenciada e corrompida.E quem controlar a Rainha controlará o mundo. Três homens poderosos — inimígos de sangue — sabem isso. Saetan, Lucivar e Daemon apercebem-se do poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. E assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, onde as armas são o ódio e o amor. E o preço pode ser terrível e inimaginável."